facebookPixel

Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

DEE

Mestrado em Decisão Económica e Empresarial

Testemunhos de Alunos

    Tatiana Gonçalves de Sousa

    Tatiana Gonçalves  
    Aluna do Curso 2012-2014
    Licenciada em Gestão
     
    "Na hora de escolher qual o mestrado seguir não tive quaisquer dúvidas - o mestrado em Decisão Económica e Empresarial é a opção ideal para quem goste da vertente de Investigação Operacional.
     
    Hoje, tenho a certeza de que o meu futuro começou aqui - na faculdade que me ensinou a pensar, a partilhar e a crescer. Frequentar o mestrado em DEE foi a cereja no topo do bolo. Encontrei docentes que me transmitiram conhecimentos, incutiram desafios e incentivaram a desenvolver as minhas capacidades para alcançá-los. Não tenho dúvidas: ter entrado para este mestrado não foi mais uma forma de conseguir um diploma, mas sim um meio que me ajudou a ver o mundo e a sentir-me capaz para o mercado de trabalho."

    Jorge Barros

     
     
    Jorge_Barros
     
     
    Aluno do Curso 2011-2013
     
    Técnico de Compliance - Banco de Investimento Global, S.A.
     
    Licenciado em Gestão
     
     
    "O mestrado de DEE ajudou a fortalecer a minha capacidade crítica na resolução de problemas. Acredito que os conhecimentos adquiridos através do corpo de docentes no ISEG otimizou e agilizou o meu tempo de resposta face às exigências de mercado.

    Agradeço aquilo que sou hoje a esta instituição e em especial ao seu corpo docente. Imprimo todos os dias na minha vida profissional e pessoal um pouco daquilo que aprendi, em especial, neste mestrado. 

    Apreciei todos os momentos desta formação, intensa, interessante e desafiante. O produto deste mestrado são as pessoas. E eu fiz parte desse produto. E saí satisfeito e orgulhoso de fazer parte desta equipa." 

    Paulo Oliveira

    Paulo Oliveira 

    Aluno do Curso 2010-2012

    Assessor na Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos  

    Licenciado em Engenharia Eletrotécnica 

     
    "O meu dia-a-dia profissional passa pelo apoio à tomada de decisão, num contexto que junta a economia e a engenharia. A quantidade e qualidade da informação disponível nos dias de hoje é incrível e proporciona um espaço imenso de análise e de busca de soluções. A procura de ferramentas para construir modelos e soluções usando informação foi a minha motivação para fazer o mestrado em Decisão Económica e Empresarial.
     
    12 anos depois da minha licenciatura em engenharia eletrotécnica no IST, reencontrei no mestrado DEE no ISEG um ambiente de estímulo à criatividade, à evolução pessoal e ao trabalho em grupo, com uma solidez e seriedade do ensino que sempre valorizei. Destaco especialmente a boa opinião que trouxe sobre os professores do curso de mestrado, que mostraram sempre disponibilidade para os alunos e empenho verdadeiro no nosso progresso.
     
    Guardo uma ótima experiência e ânimo para aplicar na minha profissão novas técnicas e novas formas de pensar. Fico agradecido pela dedicação que, como aluno, senti da parte do corpo docente do mestrado DEE."
     

    Inês Ruivo

     

    Aluna do Curso 2009-2011

    Técnica Superior da SGF - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A.

    Licenciada em Matemática Aplicada à Economia e à Gestão 

     
    "Após ter concluído a minha licenciatura em MAEG no ISEG, e tendo por objectivo continuar a minha formação,optei pelo mestrado em Decisão Económica e Empresarial, também pelo ISEG.
     
    A Estatística e a Investigação Operacional (cadeiras centrais deste mestrado) sempre foram as duas áreas da matemática que mais me fascinaram, como tal, não foi "difícil" a selecção do mestrado a seguir.
     
    Porquê no ISEG?
     
    Alguns dos meus amigos disseram-me que devia diversificar, experimentar outras faculdades, mas para mim não foi sequer uma hipótese a considerar.
     
    O ISEG superou as minhas expectativas, no que a uma faculdade diz respeito: as cadeiras eram interessantes, os colegas depressa se tornaram amigos, os docentes competentes e sempre disponíveis e é fácil sentirmo-nos bem quando somos tratados como pessoas e não como números.
     
    Achei o mestrado bastante interessante e um bom complemento à minha formação em matemática. Passei a olhar a Econometria com outros olhos e descobri cadeiras como "Análise de Dados" ou "Métodos de Previsão" que, mais do que uma obrigação, eram um prazer estudar.
     
    Recomendo vivamente este mestrado a quem pretenda expandir os seus conhecimentos em áreas como Estatística, Investigação Operacional ou Econometria e pretenda fazê-lo com "certificado de qualidade"."

    José Silvestre

    Imagem  

    Aluno do Curso 2009-2011

    Responsável Ibérico de Controlling de Compras do Grupo Bosch  

    Licenciado em Economia 

     
    "Costuma dizer-se que informação é poder, contudo, de nada serve a informação se de esta não se conseguir extrair conhecimento. O DEE possibilita aos seus alunos o acesso a uma série de técnicas e ferramentas de análise de dados que permitem transformar informação em conhecimento. Num mundo extremamente competitivo onde, não raras vezes, existe excesso de informação e défice de conhecimento, esta é uma mais-valia que não se deve desprezar.

    Como licenciado em economia, o mestrado em DEE permitiu-me consolidar e aprofundar os conhecimentos em estatística e econometria anteriormente adquiridos, complementando os mesmos com conhecimentos ao nível da management science. Para quem se encontra envolvido, no seu dia-a-dia profissional, em processos de suporte à decisão esta conjugação de saberes revela-se particularmente útil.

    Um corpo docente de comprovada qualidade e um currículo actualizado e interessante fazem da frequência do mestrado em DEE uma experiência recompensadora que recomendo a todos aqueles que busquem aprofundar a sua formação na área da análise de dados e da investigação operacional."

    Joel Gomes

    Aluno do Curso 2009-2011

    Licenciado em Gestão

     
    "Escolhi o curso de gestão aquando da minha entrada no ISEG por ser transversal a várias áreas. O meu gosto pessoal em busca da melhoria contínua e optimização levaram-me ao mestrado de DEE, onde a Investigação Operacional foi um factor crítico para a minha decisão.
     
    Foi um excelente complemento à licenciatura dado que dota os alunos de ferramentas analíticas para tomarem ou ajudarem a tomar decisões de relevo em várias áreas.
     
    Sou testemunha de um corpo docente de elevada qualidade e sempre disponível para auxiliar os alunos. Foi sem dúvida uma grande mais-valia e uma escolha mais do que acertada, o curso de DEE."

    Francisco Costa

    Aluno do Curso 2007-2009

    Project Procurement Manager, Nokia Siemens Networks

    Licenciado em Gestão 

     
    "O Mestrado em Decisão Económica e Empresarial possui uma estrutura curricular adaptada aos dias de hoje, procurando conjugar uma vertente teórica com exemplos práticos e orientados para o mundo profissional. O programa e o rigor imposto na sua organização, a par do experiente corpo docente, corresponderam integralmente às expectativas inicialmente geradas, assim como será determinante para um acréscimo da minha valorização profissional.
     
    Com uma forte componente de trabalho em equipa, que privilegia o contacto entre pessoas com diferentes percursos, concluo que foi uma experiência enriquecedora e que recomendo."

    Hugo Soares  

    hugo.jpg

    Aluno do Curso 2007-2009

    Actualmente a desenvolver o projecto de investigação conducente à dissertação de mestrado na University of Applied Sciences (HTW), Saarbrücken , Alemanha

    Licenciado em Matemática Aplicada à Economia e à Gestão 

     
    "O processo de Bolonha veio permitir um acesso mais imediato ao mercado de trabalho, através de licenciaturas mais curtas, mas obtendo-se através destas uma formação naturalmente mais limitada. Os mestrados têm-se, portanto, tornado cada vez mais indispensáveis, como complemento a essa formação, e como garantia de qualidade a possíveis empregadores.
     
    Na minha opinião, um problema inerente a este modelo é o facto de a especificidade da maioria dos mestrados oferecidos hoje em dia ditar de uma forma demasiado vincada a área de actividade futura de cada estudante, sendo a escolha efectuada, em grande parte dos casos, sem qualquer passagem anterior pelo mercado de trabalho, tornando complicada, e eventualmente errónea, a tarefa de escolher a formação realmente adequada.
     
    O mestrado em Decisão Económica e Empresarial apresenta a grande vantagem de ser bastante variado e versátil, conferindo aos mestrandos um desenvolvimento de conhecimentos em áreas tão diversificadas como Estatística, Econometria, Investigação Operacional, Métodos de Previsão e Programação, não aprofundando excessivamente nenhuma destas áreas do conhecimento mas oferecendo boas bases de progressão para cada uma. Isto proporciona condições de empregabilidade ímpares num mercado global em que a polivalência é cada vez mais valorizada, possibilitando igualmente uma escolha mais fundamentada quanto à eventual progressão para um 3º ciclo de estudos.
     
    É ainda de salientar a franca disponibilidade de todo o corpo docente, bem como da coordenação do mestrado, para que desde logo na tese, projecto ou estágio, cada aluno possa desenvolver um pouco mais as suas competências na área com que mais se identificou."

    Jorge Costa Neves

    JorgeNeves.jpg

    Aluno do Curso 2007-2009

    Chefe de Serviços, Direcção de Informática, Silopor

    Licenciado em Engenharia Informática 

     
    "Enquanto licenciado em Engenharia Informática e chefe de serviços da Direcção de Informática da Silopor, procurei adquirir competências que me permitissem melhorar a capacidade de tomar decisões e que me ajudassem na resolução de problemas complexos, devidamente enquadrados num âmbito empresarial mais abrangente.
     
    Nos dias de hoje, o impacto que uma área profissional como a minha pode ter na performance de uma empresa, obriga a que os profissionais desta área e principalmente os seus quadros dirigentes, já não tenham espaço para cometer pequenos erros ou tomar decisões menos acertadas.
     
    Assim, e com o total apoio da administração da empresa, escolhi o Mestrado em Decisão Económica e Empresarial, por ser o único que se enquadrava no pretendido e por outro lado, ser leccionado numa escola de prestígio, como é o ISEG.
     
    Neste momento, sou finalista e estou a trabalhar na tese, em parte dedicada ao Metaheur, programa que vai correr meta-heurísticas para conhecidos problemas complexos, usando como input e output as folhas de Excel.
     
    Finalizando, estou bastante satisfeito com as competências que adquiri, o ambiente foi excelente, quer da parte dos colegas, quer do corpo docente, o plano curricular está bastante equilibrado, somos sempre muito apoiados por toda a estrutura do mestrado e hoje considero que as chefias das empresas modernas têm de adquirir este tipo de ferramentas."

    José Henrique Dias Gonçalves  

    Fotografia henrique.jpg

    Aluno do Curso 2007-2009

    Especialista em Estudos de Análise Estatística, Entidade Reguladora para a Comunicação Social

    Licenciado em Matemática Aplicada à Economia e à Gestão 

     
    "Num mundo empresarial exigente e competitivo é essencial aliar uma inteligência emocional consistente a uma competência técnica sólida. O Mestrado em Decisão Económica e Empresarial (DEE) permitiu-me aprofundar e consolidar os temas desenvolvidos na Licenciatura em Matemática Aplicada à Economia e à Gestão. A utilidade para as funções que desenvolvo é evidente, dado que é recorrente ter de compreender conceitos teóricos aprofundados e conferir-lhes aplicabilidade válida.
     
    Sugiro o Mestrado em DEE a profissionais que pretendam sustentar a tomada de decisão através de metodologias estatísticas e de Investigação Operacional. Os conhecimentos adquiridos permitirão inovar e acrescentar valor."

    Susana Anjos

    Aluna do Curso 2007-2009

    Técnica Superior 1.ª Classe, Gabinete de Estudos e Projectos, ISEG

    Licenciada em Economia 

     
    "A opção de tirar o curso de mestrado em Decisão Económica e Empresarial surgiu como consequência lógica dos projectos desenvolvidos no Gabinete de Estudos e Projectos do ISEG e do papel pretendido pelos Órgãos de Gestão da Escola para este Gabinete.
     
    "O curso facilitou o desenvolvimento de um conjunto de competências apropriadas e o acesso a ferramentas essenciais, sobretudo em termos de análise estatística e de dados, permitindo que os Estudos e Projectos desenvolvidos constituam um instrumento auxiliar de base no processo de tomada de decisões da Escola e na elaboração de um plano estratégico global. Para além da mais valia em termos profissionais, o curso constituiu uma experiência gratificante em todos os aspectos: excelente oportunidade de aprofundar conhecimentos adquiridos durante a minha Licenciatura em Economia no ISEG, corpo docente sempre presente e de elevada qualidade técnica, bom ambiente de trabalho e possibilidade de conviver com colegas fantásticos oriundos de diferentes áreas profissionais."

    Liliana Guerra

    Aluna do Curso 2007-2009

    Actuária, Mercer

    Licenciada em Matemática Aplicada à Economia e à Gestão 

     
    "O mestrado em Decisão Económica Empresarial (DEE) revelou-se um bom complemento à minha licenciatura em Matemática Aplicada à Economia e Gestão (MAEG). As matérias estudadas proporcionaram o contacto com novas técnicas, algumas das quais na área de Investigação Operacional (a principal razão para a frequência deste mestrado), que posteriormente podem ser aplicadas em diversas áreas no meio profissional. Ao mesmo tempo permitiu alargar horizontes, pois tive oportunidade de compartilhar experiências com outros colegas de outros ramos profissionais, assim como de aprofundar conhecimentos noutras matérias e desenvolver a capacidade analítica e de raciocínio."