facebookPixel

Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

EMF

Mestrado em Economia Monetária e Financeira

Optativas Livres

    O aluno deverá obter 12 créditos entre as unidades curriculares de 2º ciclo do ISEG/UTL, desde que não existam sobreposições programáticas com outras unidades curriculares deste curso ou dos de 1º ciclo. No percurso recomendado sugere-se que sejam obtidos 6 créditos no 2º e outros 6 no 3º semestres. Alterações ao percurso recomendado carecem de autorização dos serviços académicos.

    Podem ser escolhidas como optativas livres unidades curriculares constante da lista de optativas condicionadas que não tenham sido escolhidas para esse fim.

    A experiência profissional relevante na área da Economia Monetária e Financeira, devidamente certificada, poderá dar equivalência até um máximo de 6 créditos no âmbito das optativas livres.

    Em seguida, mostramos alguns exemplos de unidades curriculares de 2º ciclo do ISEG/UTL que podem ou não ser escolhidas pelos alunos do Mestrado em Economia Monetária e Financeira. Estes exemplos não são exaustivos, pelo que se recomenda a leitura atenta dos programas e bibliografia e a consulta da coordenação do mestrado em caso de dúvida. Informação adicional sobre a escolha de optativas pode ser obtida no texto  Choosing Option Courses in the Master's in Monetary and Financial Economics na área restrita.

    Exemplos de unidades curriculares da área da Economia

    û Teoria Económica dos Mestrados em Economia e Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação e Economia Internacional e Estudos Europeus. Esta unidade curricular não pode ser escolhida como optativa livre já que apresenta uma elevada sobreposição programática com as unidades curriculares de 1º ciclo Economia I, Economia II, Macroeconomia I, Macroeconomia II, Microeconomia I e Microeconomia II. Esta unidade curricular tem um nível intermédio dirigido a alunos sem formação de 1º ciclo em Economia.

    û Política Económica do Mestrado em Economia e Políticas Públicas. Esta unidade curricular não pode ser escolhida como optativa livre já que apresenta uma elevada sobreposição programática com Macroeconomia e Política Monetária.

    ü Economia do Crescimento do Mestrado em Economia. Esta unidade curricular pode ser escolhida como optativa livre apesar de apresentar uma ligeira sobreposição programática com Macroeconomia. A primeira unidade curricular aprofunda alguns pontos específicos da segunda, mantendo o seu nível avançado.

    ü Economia do Trabalho do Mestrado em Economia. Esta unidade curricular pode ser escolhida como optativa livre apesar de apresentar uma muito ligeira sobreposição programática com Macroeconomia e Microeconomia. Esta sobreposição é tão ligeira que é considerada irrelevante.

    ü Economia e Política da Saúde do Mestrado em Economia e Políticas Públicas. Esta unidade curricular pode ser escolhida como optativa livre apesar de apresentar uma muito ligeira sobreposição programática com Microeconomia. Esta sobreposição é tão ligeira que é considerada irrelevante.

    Exemplos de unidades curriculares de outras áreas

    û Métodos Quantitativos Aplicados dos Mestrados em Análise de Política Social, Ciências Económicas, Economia e Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação, Economia e Políticas Públicas, Economia Internacional e Estudos Europeus e Sociologia Económica e das Organizações. Esta unidade curricular não pode ser escolhida como optativa livre já que apresenta uma elevada sobreposição programática com as unidades curriculares de 1º ciclo Estatística I, Estatística II e Econometria. Esta unidade curricular tem um nível intermédio dirigido a alunos sem formação de 1º ciclo em Economia.

    û Instrumentos e Mercados Financeiros do Mestrado em Matemática Financeira. Esta unidade curricular não pode ser escolhida como optativa livre já que apresenta uma elevada sobreposição programática com Fundamentos de Economia Financeira, Forwards, Futuros e Swaps, e Opções Financeiras.

    ü Finanças Imobiliárias do Mestrado em Finanças. Esta unidade curricular pode ser escolhida como optativa livre apesar de apresentar alguns pontos de contacto com outras unidades curriculares das áreas de Finanças.

    ü Instituições Internacionais e Direito Comunitário do Mestrado em Ciências Económicas. Esta unidade curricular pode ser escolhida como optativa livre porque não apresenta nenhum ponto de contacto com outras unidades curriculares.