Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Trabalho Final de Mestrado

Ano Lectivo: 2010/2011
Aluno: ANTÓNIO MARCOS CHIMENE (38087)
Mestrado: Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais
Tipo: Dissertação
Título do Trabalho Final de Mestrado: Independência dos auditores em Moçambique - efeito cultural
Sub Título:
Comentário: -
Instituição: -
Homologação: Dia 09/12/2011 às 17:35 por CARLOS ALBERTO DA SILVA RIBEIRO

Resumo

Este estudo pretendeu analisar a importância dos factores que afectam a independência dos auditores (ou seja, as necessidades do investidor, retenção de clientes, valores e obrigações profissionais e pressões de tempo/ orçamentárias) em dois cenários e, em fase de realização dos trabalhos de auditoria. O primeiro cenário (caso 1) está relacionado com pressão de tempo em face de prazo de entrega do relatório de auditoria enquanto o segundo (caso 2) refere-se a relação especial com o cliente de auditoria. A amostra é composta por 60 auditores Moçambicanos de 6 empresas de auditoria que operam em Moçambique.
No caso 1, os resultados sugerem que a promessa da firma de auditoria de entregar relatório no prazo estabelecido foi a principal e único factor com poder explicativo sobre a decisão de fazer mais trabalho de auditoria antes de assinar o relatório.
No caso 2, os resultados sugerem que a influência do problema de tempo vs orçamento e a situação de emprego do auditor, na sua relação com seu antigo colega e superior hierárquico, foi o principal factor com poder explicativo sobre a decisão de fazer mais trabalho de auditoria antes de assinar o relatório. O segundo factor mais importante foi incapacidade da firma de auditoria de facturar o cliente pelos trabalhos adicionais.
Por último, nos dois cenários, os resultados sugerem que a associação entre o Colectivismo de Hofstede (1991) e a decisão do auditor de efectuar trabalho adicional de auditoria foi positiva e fraca.
(Português)

This research examine the importance of the factors affecting the independence of auditors (i.e., investor needs, client retention, professional values and obligations, and time/ budget pressures) on two scenarios, and in progress of audit work. The first scenario (case 1) is related to time pressure in the face of delivery of the audit report while the second (case 2) refers to the special relationship with the audit client. The sample includes 60 Mozambicans auditors from six audit firms operating in Mozambique.
In case 1, the results suggest that the promise of the audit firm to deliver the report within the prescribed period was the main and unique factor with explanatory power on the decision to do more work before signing off on the audit report.
In case 2, the results suggest that the influence of time-budget problem and employment status of the auditor, in his relationship with his former colleague and superior, was the primary factor for doing more work prior to signing off on the audit. The second most important factor was the inability of the audit firm to bill the customer for additional work.
Finally, in both scenarios, the results suggest that the Hofstede's Individualism vs. Collectivism (1991) was positive and weakly associated with the auditor's decision to perform additional audit work.
(Inglês)

Palavras-chave

Independência do auditor, Cultura, Individualismo (Português)

Auditor independence, Culture, Individualism (Inglês)

Resumo Alargado

O Resumo Alargado ainda não foi submetido.

Data da Prova Pública

Data da Prova Pública: 15-12-2011 09:00
Voltar