facebookPixel

Gabinete Internacional de Mobilidade

Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

ERASMUS Mobilidade Outgoing   Bolsas Erasmus Mais

Bolsas Erasmus Mais

    Bolsa Erasmus


    Bolsas de Mobilidade Erasmus 2019/2020

     

    LISTAGEM DA DISTRIBUIÇÃO DAS BOLSAS DE MOBILIDADE ERASMUS

           
    As bolsas Erasmus+ são atribuídas para cobrir "despesas de mobilidade", nomeadamente as despesas das viagens e as resultantes da diferença do custo de vida do país de acolhimento. Estas bolsas são equiparadas a um subsídio de apoio, não tendo como objetivo a cobertura das despesas na íntegra.

     

    As bolsas de mobilidade são administradas pela  Agência Nacional Erasmus+  e pela Universidade de Lisboa.
    O número de bolsas disponíveis é limitado à verba concedida.  Ser aluno em mobilidade Erasmus não implica necessariamente ter direito a uma bolsa de mobilidade.

     

    Caso o(a) aluno(a) não venha a ser contemplado com uma bolsa de mobilidade Erasmus, poderá frequentar o período de estudos  com   "bolsa zero" , ou seja, como estudante que, apesar de não receber bolsa, preenche todos os requisitos para participar num período de mobilidade, tendo os mesmos direitos e obrigações que qualquer outro estudante Erasmus.

     

    O(a) aluno(a) em mobilidade com "bolsa zero" pode ainda vir a receber uma bolsa de mobilidade erasmus da Reitoria da Universidade de Lisboa mediante uma eventual redistribuição devido a verba sobrante de outras Faculdades da Universidade de Lisboa.
     

    Metodologia utilizada

     
    1) Utilização do   ranking   existente aquando da afetação de vagas das Candidaturas à Mobilidade de Estudantes 2019/2020 (1º e 2º ciclos de estudo):
    Foram utilizadas as médias de ranking  dos alunos aquando das candidaturas e da afetação das vagas às respetivas universidades. 
     
    2) Atribuição da bolsa mensal recomendada por País
    Atribuiu-se, numa 1ª distribuição e a todos os alunos, a bolsa mensal por País conforme previsto na  Tabela de Bolsas de Mobilidade SMS e SMT .
     
    Atribuiu-se, a todos os alunos, a bolsa mensal tabelada pelo período previsto de estadia no País e na Instituição de Acolhimento.
     

    Para o ano letivo de 2019/2020, todos os alunos selecionados para o Programa são contemplados com uma bolsa de mobilida de Erasmus.

     
    3) Pagamento
    O/A estudante deverá aguardar o contacto via correio eletrónico do Núcleo de Mobilidade do Departamento de Relações Externas e Internacionais, da Reitoria da ULisboa .
    Para que a transferência bancária possa ser efetuada, a Convenção Financeira (Contrato Financeiro) terá de ser assinada pelo aluno(a) ou pelo seu Procurador(a) (este documento será assinado no núcleo acima referido, sito Alameda da Cidade Universitária 1649-004 Lisboa).

     

    A Convenção Financeira só poderá ser assinada quando o processo do(a) aluno(a) contemplar todos documentos:

    Antes da mobilidade:

    a) Ficha de Estudante;
    b) Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão do(a) aluno(a) (no caso de consentimento prévio);
    c) Nº de Identificação Fiscal do(a) aluno(a);
    d) Comprovativo do Nº de Identificação Bancária (NIB);
    e) Procuração;
    f) Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão do Procurador(a) (no caso de consentimento prévio);
    g) Learning Agreement inicial e alterações (se aplicável), assinado pelo aluno(a), pelo ISEG e pela universidade de destino;
    h) Cópia do Cartão Europeu de Saúde (CES);
    i) Realização dos testes do Curso de Língua | OLS - Online Linguistic Support .
     

    No final da mobilidade:

    j) Declaração de Estada/ Letter of Confirmation assinada pela universidade de destino no final da mobilidade;
    k) Relatório Final Erasmus (REL) - Os alunos vão receber por correio electrónico para o seu endereço institucional do ISEG, e após o término mobilidade, username  e password , para que acedam e preencham online o relatório de estudante da agência nacional. O preenchimento do referido relatório é obrigatório .
    Caso falte no processo do(a) estudante algum destes documentos será sempre contactado(a) pelo Gabinete Internacional de Mobilidade (IMO) para que regularize a situação com a maior brevidade possível.
     

    Devolução da Bolsa

    Caso o aluno não obtenha qualquer aproveitamento no seu período de mobilidade, deverá devolver na íntegra , o valor da bolsa de mobilidade recebida.
    Mínimo de aproveitamento obrigatório:
    3 ECTS para mobilidades Erasmus com duração de 3 meses;
    6 ECTS para mobilidades Erasmus de 1 semestre (entre 4 e 6 meses);

     

    Caso o(a) aluno(a) permaneça na Instituição de Acolhimento menos dias de estadia que aqueles para os quais foi calculado o valor da bolsa erasmus atribuído e assinado o respetivo Contrato Financeiro, o valor total da sua bolsa poderá ser reduzido em proporção ao número de dias efectivamente realizados e ajustado o valor remanescente a receber na segunda prestação. 
     

    Desistências após Afetação das Bolsas de Mobilidade Erasmus

    Sempre que uma desistência não for comunicada atempadamente e por escrito pelo aluno(a) ao Gabinete Internacional de Mobilidade (IMO), refletir-se-á negativamente na reafetação de bolsas a outros alunos do corrente ano letivo e em anos letivos futuros. Nestes casos será cumprido o estipulado no respectivo Regulamento de Mobilidade do ISEG.
    Nota: Para informações detalhadas sobre o Programa Erasmus+, por favor consultar a  Agência Nacional Erasmus +  (educação e formação).