Search button
Others

Artigo de Professor do ISEG publicado na revista Public Choice

Foi aceite para publicação na revista científica Public Choice, actualmente revista "B" de acordo com a classificação FIISEG e com um factor de impacto de 0.698 de acordo com o Journal of Citations Report, o artigo
"Fiscal Policy Responsiveness, Persistence, and Discretion", da autoria de António Afonso, investigador da UECE e Professor Associado com Agregação do ISEG. O artigo foi elaborado em co-autoria com Luca Agnello (ECB) e Davide Furceri (OECD).

 

O artigo estuda as diferentes características da política orçamental usando um procedimento em dois passos. Em primeiro lugar, as despesas e as receitas orçamentais são decompostas em três componentes: i) resposta à actividade económica, ii) persistência e iii) discricionariedade. Em segundo lugar, são estudadas as causas daquelas três componentes. Com dados para 132 países, os resultados mostram que a componente de persistência da política orçamental é mais importante do que a resposta às condições económicas, o que significa que as autoridades têm menor margem de manobra no curto prazo, nomeadamente para reduzir a despesa pública. Por outro lado, países com uma componente de persistência orçamental mais forte, tendem a exibir menor discricionariedade e respostas mais mitigadas às flutuações económicas. Por último, variáveis macroeconómicas, institucionais e geográficas explicam as diferenças nas componentes orçamentais entre os vários países."