Search button
ULisboa

Universidade de Lisboa integra uma das novas 17 “Universidades Europeias”

O ISEG através da Universidade de Lisboa integra uma das 
17 "Universidades Europeias" 
anunciadas a 26 de junho pela Comissão Europeia. A "Universidade Europeia" de que a ULisboa faz agora parte designa-se "UNITE! University Network for Innovation, Technology and Engineering".

 

Os parceiros da ULisboa na UNITE! são a Universidade AALTO de Helsínquia, o INSTITUT POLYTECHNIQUE DE GRENOBLE, a KUNGLIGA TEKNISKA HOEGSKOLAN da Suécia, o POLITECNICO DI TORINO, a TECHNISCHE UNIVERSITAT DARMSTADT e a UNIVERSITAT POLITECNICA DE CATALUNYA.

 

A UNITE! Tem como missão:

– CAPACITAR alunos, funcionários e professores para promoverem um novo conceito de Universidade Europeia, incentivando uma participação ativa a todos os níveis no desenvolvimento de percursos de estudo flexíveis e currículos conjuntos com mobilidade integrada em toda a Europa e no mundo.

– DESENVOLVER uma Universidade Europeia partilhando recursos e serviços em educação, investigação e gestão, eliminando barreiras estruturais e criando um contexto favorável à criação de um Grau Europeu.

– LIDERAR no desenvolvimento de novos conceitos de ensino e pesquisa em ciência, tecnologia e engenharia, com base em abordagens transdisciplinares inovadoras decorrentes da arte, design, arquitetura, gestão, ciências sociais e humanidades.

– EDUCAR uma nova geração de estudantes europeus em ciência, tecnologia e engenharia que contribuam ativamente para o avanço do conhecimento, a competitividade europeia e o desenvolvimento de soluções para os desafios societais.

– EXEMPLIFICAR o papel de um campus interuniversitário europeu (virtual e físico) que conecte os ecossistemas regionais de inovação às universidades integrantes, com fronteiras fluidas e funcionando como uma plataforma de interação aberta e livre circulação de ideias.

 

As "Universidades Europeias" são alianças transnacionais de instituições de ensino superior de toda a UE que partilham uma estratégia de longo prazo e promovem os valores europeus. Esta iniciativa destina-se a reforçar significativamente a mobilidade dos estudantes e do pessoal e a promover a qualidade, inclusão e competitividade do ensino superior europeu. Cada nova "Universidade Europeia" constituirá um campus interuniversitário em torno do qual estudantes, doutorandos, funcionários e pesquisadores poderão deslocar-se sem problemas. As novas "Universidades Europeias" irão congregar conhecimentos e recursos para fornecer curricula ou módulos conjuntos em diferentes áreas disciplinares. Os curricula deverão ser muito flexíveis e permitirão que os alunos personalizem sua educação, escolhendo o quê, onde e quando estudar e obter um diploma europeu. As "Universidades Europeias" deverão contribuir para o desenvolvimento económico sustentável das suas regiões.