Search button

ENSAIO GERAL ABERTO | Esplendor do Barroco | Músicos do Tejo

08 Jun das 18:00 às 18:01
Aud. CGD | Quelhas



Musicos do Tejo


PROGRAMA


Esplendor do Barroco

Música Sacra Europeia do Século XVIII

Georg Friedrich Haendel (1685-1759)

Concerto para órgão e orquestra em Sol menor, Op. 4, nº 1

– Larghetto e staccato

– Allegro –

– Adagio –

– Andante-

Francisco António de Almeida (1702-1755)

Ária para soprano extraída da Oratória "La Giuditta"

– "Saggio Nochiero" –

Ária para baixo extraída do "Te Deum"

– "Dignare Domine" –

Henry Purcell (1659-1695)

Dueto extraído da Ode a Santa Cecília

 "Hark! each tree" 

Jean Philippe Rameau (1683-1764)

Dueto extraído do motete "In Convertendo"

"Magnificavit Dominus" –


Carlos Seixas (1704-1742)

Abertura em Si bemol

– Allegro –

– Adagio –

– Minuet: Allegro –

G. F. Haendel

Ária para Baixo extraída da oratória Judas Maccabeous

– "Arm, arm ye brave"

Johann Sebastian Bach (1685-1750)

Ária para soprano extraída da cantata BWV 51 "Jauchzet Gott in allen Landen"

– "Jauchzet Gott in allen Landen" –


Ária para Baixo extraída da Paixão segundo São Mateus

– "Mache dich, mein Herze, rein" –

Cantata BWV 49 «Ich geh' und suche mit Verlangen» (excertos)

– Ária «Ich bin herrlich, ich bin schön» –

Recitativo «Mein Glaube hat mich selbst so angezogen!» –

Ária e Coral (dueto) «Dich hab ich je und je geliebet» –

Sandra Medeiros; Raquel Camarinha | Sopranos

Hugo Oliveira | Baixo

Alfonso Alegre | Orgão positivo

Bruno Fernandes | Trompete natural

Direcção Musical: Marcos Magalhães

"Os Músicos do Tejo"

(em instrumentos históricos)

Violinos I | Álvaro Pinto (concertino), Denys Stetsenko, Nuno Mendes (22 e 23), Maria Bonina (9 e 10)

Violinos II | Tera Shimizu, Miriam Macaia, Raquel Cravino e Zofia Pajak

Violas | Lúcio Studer e Pedro Braga Falcão

Violoncelos | Paulo Gaio Lima e Ana Raquel Pinheiro

Fagote | Carolino Carreira

Contrabaixo | Marta Vicente

Cravo | Marta Araújo

Oboé I | Pedro Castro

Oboé II | Elena Palomar

Trompete | Bruno Fernandes

Orgão | Alfonso Alegre

Assistência à produção: Meninos Exemplares


"Os Músicos do Tejo"

Novo projecto musical no campo da música antiga fundado e dirigido por Marcos Magalhães e Marta Araújo.

Desde 2005 já desenvolveram uma parceria com o CCB que os levou produzir três óperas, editaram dois discos, apresentaram-se em inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro e foram objecto de diversos apoios institucionais (Fundações Gulbenkian, Oriente e Stanley Ho; Câmara Municipal de Lisboa, Direcção Geral de Reinserção Social e Instituto Camões) e mecenáticos (AMARSUL, mecenas privados).

As óperas "La Spinalba" de F. A. de Almeida, "Lo Frate Nanmorato" de G.B. Pergolesi" e "Le Carnaval et la Folie" de A.C. Destouches, estreadas no CCB, têm sido recebidas com grande sucesso a nível de público e obtiveram críticas entusiásticas por parte da totalidade da crítica especializada (Publico, Diário Notícias, Jornal de Letras, Expresso).

A ópera "La Spinalba" foi objecto de uma tournê em Portugal e Espanha e já vai na sua décima apresentação.

 O disco "As Sementes do Fado" (com Ana Quintans, Ricardo Rocha e Marcos Magalhães) obteve 4 estrelas (em 5) no jornal "Público" – Ipsílon e foi considerado pelos críticos do JL como um dos melhores discos nacionais do ano de 2007. Graças a este disco, o programa Sementes do Fado já foi apresentado 6 vezes, entre as quais em Paris e Sastamala (Finlândia), e no próximo mês de Julho em Praga. 

O disco "As Árias de Luisa Todi" (com a soprano Joana Seara), que apresenta o repertório cantado pela célebre Prima-Donna portuguesa do século XVIII, obteve igualmente 4 estrelas (em 5) no jornal "Público" – Ípsilon.

Os Músicos do Tejo apresentaram-se em concerto em locais tão variados como Mafra, Vigo, Brest, Paris e Goa na Índia.

No Outono de 2012 irá ser editado pela Naxos a sua gravação da ópera La Spinalba de F. A. de Almeida com apoio da Dgartes, CML e do ISEG.

Os Músicos do Tejo são apoiados pela Câmara Municipal de Lisboa.