facebookPixel

Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente, o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C. Sugerimos vivamente que actualize o seu browser para ter uma melhor experiência de utilização deste "website". Mais informações em webstandards.org.

Warning: If you are reading this message, probably, your browser is not compliant with the standards recommended by the W3C. We suggest that you upgrade your browser to enjoy a better user experience of this website. More informations on webstandards.org.

Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG)

Notícias

Publicar Publicado em: 13-05-2015

Envelhecimento e política de reforma: que futuro para as pensões?

No dia 29 de maio, às 14h00, realiza-se a primeira palestra do Ciclo de Colóquios Sobre o Envelhecimento Na Sociedade Portuguesa, intitulada "Envelhecimento e política de reforma: que futuro para as pensões?",  organizada pelo Instituto do Envelhecimento.
 
A sessão terá lugar no Auditório Sedas Nunes, no Instituto do Envelhecimento.
O Instituto do Envelhecimento localiza-se no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

 

O envelhecimento da população é claramente uma tendência de longo prazo da sociedade portuguesa - tendência confirmada no último recenseamento da população. Contudo, contrariamente a outras sociedades, pelo menos no que respeita à sua amplitude, o envelhecimento da população portuguesa ocorre em concomitância com outros processos sociais e económicos que tornam a sua evolução preocupante e de difícil previsão. Paralelamente a um ajustamento económico em curso na sociedade portuguesa sob os auspícios da austeridade ocorre também um ajustamento demográfico com repercussões porventura menos assinaladas.

 

Desta forma, esta palestra pretende propor a reflexão e discussão sobre o  financiamento do sistema de pensões, atendendo quer à longevidade crescente da população, quer à diminuição do rácio entre ativos e não-ativos.
 
Não se trata apenas de levantar a questão da sustentabilidade do sistema de segurança social e das medidas eventualmente necessárias para a garantir, mas também do modelo em que a mesma assenta, abrindo caminho para a discussão das soluções alternativas e das respetivas vantagens e riscos.

 

 
Entrada livre, sujeita a inscrição.

 

Cartaz
Mais informações
Como chegar